7 Problemas que um sistema ERP pode resolver

7 Problemas que um sistema ERP pode resolver

ERP
Problemas que um ERP pode resolver

É comum as empresas não terem controle das responsabilidades de cada funcionário e acumularem funções de diversos departamentos prejudicando a produtividade e gerando um cenário, muitas vezes, desmotivador e também prejudicial para o fluxo de trabalho.

Essa realidade está mais presente em empresas nas quais o comportamento ainda é analógico, ou seja, empresas que não se abriram para as novas tecnologias e continuam mantendo processos manuais e sem padronizações.

Esse tipo de comportamento acaba sendo prejudicial para os negócios pois as tarefas do dia a dia que facilmente poderiam ser realizadas com auxílio de um sistema ERP acabam se tornando um problema para o gestor, que não consegue acompanhar a evolução do modelo de gestão.

O ERP é um sistema de gestão justamente desenvolvido para gerenciar tarefas simples e mais complexas do dia a dia, como por exemplo: controle de estoque, contas a pagar e receber, processos fiscais, conciliações e muitos outros, padronizando e automatizando processos que otimizem o fluxo de trabalho.

 

Pensando nisso, listamos 7 problemas que a empresa consegue evitar contratando um sistema ERP:

 

  • Conciliação

Realizar conciliação de cartões, boletos e extratos automaticamente é uma das vantagens de contratar um sistema de ERP para gerenciar processos internos da empresa, pois com ele é possível fazer o controle de recebíveis, a receber e cobrados, além de permitir uma visibilidade muito maior dos lucros.

 

  • Controle de Estoque

Um dos problemas que mais afetam a gestão de estoque é a ruptura de estoque. O ERP é dotado de funcionalidades que ajudam a controlar os endereçamentos dos produtos e garante a alta performance nas operações de picking e packing facilitando o dia a dia das operações e aumentando a eficiência operacional da empresa.

 

  • Descontrole de custos

Uma empresa que não consegue gerir corretamente seus lucros coloca em risco o futuro de toda a organização. Um sistema ERP auxilia no controle de produção, gerenciamento de estoque, emissão de relatórios, entre outros.

 

  • Erros

Toda empresa está suscetível a erros, principalmente se os conceitos ainda forem analógicos, os processos manuais e o fluxo de trabalho não for padronizado. Todas essas questões são facilmente resolvidas por um ERP, pois a automatização de processos garante mais rapidez nas tarefas diárias e ainda aumenta a produtividade da equipe.

 

  • Fluxo de caixa

Entre diversos processos, entrada e saída de vendas, entrada de compra e controle de estoque o gestor corre risco de quebrar o caixa ou até mesmo falir se não gerenciar corretamente todos esses aspectos. Um ERP pode manter o fluxo de caixa organizado e sempre atualizado, pois possui funcionalidade necessárias para manter o controle financeiro e garantir mais segurança econômica para a empresa.

 

  • Produtividade

Processos manuais tomam muito o tempo da equipe e acabam sobrecarregando os funcionários. Uma das vantagens do sistema ERP é que ele, ao automatizar algumas atividades, consegue garantir produtividade para que os funcionários consigam agir de forma rápida e também demandar mais tempo em atividades mais importantes.

 

  • Segurança

Uma empresa trabalha com milhares de dados por dia e deixá-los desprotegidos pode acarretar em diversos problemas para a organização. Com um sistema ERP os processos são centralizados em um servidor, aumentando a segurança das informações e garantindo a credibilidade dos negócios.

 

Conclusão

Ainda há empresas que resistem a contratação de um sistema de gestão e isso muitas vezes se deve ao fato dessas empresas ainda operarem com conceitos analógicos.

Não é da noite para o dia que se adota um sistema ERP ou qualquer outra tecnologia que facilite a rotina empresarial, porém é necessário entender os benefícios que essas ferramentas proporcionam para manter a empresa financeiramente sustentável.

O ideal é a empresa se adequar aos poucos as novidades tecnológicas e sempre respeitar o ritmo da sua operação, mas sem deixar de se atualizar senão acabará ficando com processos obsoletos e engessados.

Autor: Joyce Alcântara.

Deixar uma resposta

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>