Dicas para fazer o controle financeiro de uma confecção

Dicas para fazer o controle financeiro de uma confecção

Selecionamos algumas dicas para te ajudar de uma vez por todas a deixar seu financeiro no azul

financeiro-post

 

O setor da indústria têxtil e da confecção tem um papel de extrema importância para o mercado, pois, sozinho, ele movimenta bilhões por ano em todo o país e tem crescido mais e mais a cada dia, gerando empregos e capacitando profissionais a investirem no segmento. Os recentes números divulgados pela Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) mostram que é um setor que tem se tornado um importante polo para investir dinheiro.

Contudo, para o gestor e empresário, que já está familiarizado com esse ramo, existem algumas decisões que precisam ser tomadas com certa frequência para que o negócio se torne escalável e lucrativo para toda organização. Essas decisões estão relacionadas diretamente com o planejamento financeiro e estratégico que deve receber o máximo de atenção do empresário e, uma vez que administrar as finanças de uma empresa de confecção não é tarefa das mais fáceis, manter o controle financeiro pode não ser algo tão simples de se fazer.

Por isso, neste artigo vamos falar sobre a importância da gestão financeira para as confecções, apontaremos dicas, para fazer o controle financeiro da empresa da maneira mais assertiva para garantir a fluidez dos negócios e, também vamos ressaltar o diferencial que um sistema de gestão pode oferecer para os processos financeiros.

 

Qual a importância da Gestão financeira para a confecção?

A gestão financeira, quando bem realizada, é essencial para a saúde da confecção, pois permite que o gestor tenha uma visão mais clara de todos os pontos críticos da empresa, assim ele pode agir antecipadamente ao identificar falhas no fluxo de caixa que prejudiquem o retorno financeiro.

É muito comum empresas dos setores têxtil e de confecção se lançarem no mercado e em poucos anos fecharem as portas, erros como: formação de preço mal elaborada, fazer compras sem uma estratégia de retirada de capital, desconhecer origem dos recebimentos e pagamentos de fornecedores, entre outros erros, acabam pesando tanto, quando colocamos na ponta do lápis, que a empresa não tem outra opção a não ser se retirar do mercado para conseguir arcar com as dívidas.

Pensando nisso, trazemos algumas dicas valiosas para ajudar você a controlar as despesas da sua organização sem comprometer o Budget.

 

  • Utilize um software de gestão

O mercado oferece milhares de opções de ERP (Enterprise Resource Planning), sistema de gestão básico para qualquer confecção que deseja ter controle financeiro e lucratividade, pois ele possui funcionalidades financeiras que permitem gerenciar Bancos, Contas, Contas à Pagar, Contas à Receber, Tesouraria e integrações bancárias que ajudam na comunicação com os bancos e nas conciliações de contas, etc.

  • Forme um preço de venda

A formação de preço de venda é extremamente importante, pois impacta diretamente nos valores gastos com a fabricação e também no retorno financeiro da empresa. Realizar esse procedimento é uma maneira de definir um preço de produto justo para o consumidor e para as finanças da empresa. Por isso, cuidado ao criar um preço sem estudar o mercado ou ao simplificar demais esse processo, pode ser o start para a decadência dos negócios.

  • Tenha planejamento estratégico

Com o uso de um sistema de gestão é possível, por meio das informações que ele disponibiliza, gerar relatórios para acompanhar os resultados obtidos nas vendas da confecção de forma automática.  Assim fica muito mais fácil criar um planejamento para traçar um caminho que leve a empresa a alcançar seus objetivos.

  • Acompanhe o fluxo de caixa

Embora alguns empresários levem essa questão no automático é importante ressaltar que a falta de organização com os valores de entrada e saída do caixa pode gerar grandes impactos no final do dia. O acompanhamento periódico do fluxo de caixa impede que o empreendedor faça retiradas sem controle que pode prejudicar todo o planejamento estratégico da confecção.

 

ERP: por que usar um sistema de gestão para controle financeiro?

Planejar e controlar a gestão financeira seja ela pessoal ou empresarial merece uma atenção especial, e no caso dos negócios, mesmo que você não seja um empresário experiente, é preciso organizar os processos de fluxo de caixa, pedidos, compras, pagamentos, comissões, processos fiscais, conciliações de extrato, boleto e cartão, plano de contas, entre outros. Para realizar todo esse acompanhamento o mercado oferece várias opções de softwares diferentes.

O ERP (Enterprise Resource Planning) ajuda a reduzir custos operacionais, mão de obra, desperdícios, erros e retrabalhos, além de existirem alguns modelos totalmente flexíveis, que podem se adaptar facilmente a qualquer necessidade da confecção. Esses modelos de ERP mais flexíveis normalmente são modelos que foram pensados para suportar os adventos da Omniera, pois dispõem de diversos módulos com uma infinidade de funcionalidades e, além disso, a confecção ainda terá acesso à diversas funcionalidades para agilizar os processos e tornar a gestão financeira mais descomplicada.

Conclusão

Um dos erros mais comuns do empreendedor é não aderir um software de gestão para que a equipe financeira possa fazer o controle financeiro adequado, evitando erros vindos de trabalhos manuais e proporcionando rapidez e mais segurança para que os funcionários possam desenvolver suas atividades.

O controle financeiro é indispensável para garantir a saúde da confecção e o crescimento contínuo dos negócios, por isso, ter um ERP pode melhorar e muito, a gestão financeira da confecção. Além de desafogar a equipe financeira com trabalhos que podem ser simplificados, esse tipo de sistema garante gerenciamento automático, rapidez e assertividade para qualquer tipo de negócio.

 

Autor: Joyce Alcântara.

 

O que você tem feito para manter a gestão financeira da sua confecção impecável? Gostou das nossas dicas? Então, compartilhe com a gente sua experiência!

 

 

e-Book: COMO ESTRUTURAR UMA GESTÃO FINANCEIRA PARA MÚLTIPLOS CANAIS

A agenda dos executivos de varejo foi tomada nos últimos anos pela necessidade de ampliar as vendas nos mais diversos canais de vendas disponíveis. Dentre os principais canais de vendas utilizados no varejo temos: lojas físicas, e-Commerce, televendas, mobile commerce, marketplaces, franquias, consultores(as) de vendas e social commerce.
Nesse e-book trataremos especificamente de como estruturar uma gestão financeira de múltiplos canais de negócio de forma a ajudar empresas, executivos e empreendedores a melhorar a gestão financeira de forma geral.

Baixar agora!

Deixar uma resposta

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>