Logística: problema ou desafio?

Logística: problema ou desafio?

Logística
Logística

A logística é uma das operações mais importantes das organizações e também um dos maiores gargalos das empresas, já que o setor vem passando por dificuldades de segurança, com os índices de roubo cada vez mais alarmantes; carga tributária absurda e estrutura precária das vias.

Devidos a tantos problemas, a logística se tornou um dos maiores desafios para que as empresas consigam garantir a fluidez dos negócios e a satisfação do cliente, que deseja receber sua mercadoria dentro do prazo.

Nesse artigo, vamos falar nos recursos que as empresas precisam investir para evitar que problemas causados pela falta de estrutura logística afete direta e indiretamente os processos das organizações, explicaremos o que de fato é a logística de transporte e porque ela é tão importante para manter o equilíbrio dos negócios.

 

O que é logística?

Provavelmente você já viu essa palavra em algum caminhão na estrada ou se deparou com essa matéria em algum curso de graduação. A logística é uma especialidade da administração, responsável por gerenciar o abastecimento de produtos, matérias primas, informações, entre outros entregáveis.

Mas falaremos nesse artigo, mais especificamente, sobre a logística de transporte, que é responsável por prover meios para execução de todas as atividades da empresa relacionada com processos de movimentação, como por exemplo: gestão de compra, entrada e saída de materiais, planejamento da produção, armazenamento, transporte, distribuição dos produtos, monitoramento de entrega e recebimento de todos os produtos da organização.

A logística de transporte permite que as empresas possam ter um controle mais eficiente do fluxo de armazenagem dos seus produtos, bem como a movimentação dos seus insumos até seus destinos.

 

Importância da logística de transporte

O processo da logística de transporte é vital para a economia brasileira. Apenas este setor movimenta mais de 2 trilhões por ano, esses números mostram a relevância do segmento para o crescimento econômico nacional e também para as empresas que confiam diariamente seus suprimentos comerciais ao planejamento de cargas de transportes.

Apesar de ter uma responsabilidade gigantesca para a movimentação dos processos empresariais, a logística no Brasil passa por grandes desafios para se manter em constante movimentação e nesse tópico falaremos de alguns, a saber:

 

Roubo de cargas:  hoje é um dos problemas que mais prejudicam as empresas, a crescente demanda de ataques aos transportes de cargas deve-se à total falta de segurança nas estradas. Esse problema não afeta só as empresas, que precisam pensar em novas estratégias de monitoramento para evitar esse tipo de ataque, mas também prejudica os motoristas, que correm risco de vida diariamente para transportar as mercadorias.

 

Estradas em condições deploráveis: apesar do sistema rodoviário ser o principal meio de transporte, há pouco investimento para a pavimentação e manutenção das estradas. No anuário divulgado esse ano pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), confirmou-se que apenas 12,4 % das estradas brasileiras são pavimentadas.

 

Frota com carros em péssimas condições: carros em péssimo estado de conservação, boa parte devido as péssimas condições das estradas e também a falta de manutenção adequada na frota. 

 

Falta de sistema adequado para gerenciamento estratégico: a automatização de processos é um caminho inadiável, mas muitas empresas ainda são resistentes em investir em um bom sistema ERP. Ele integra facilmente com operações logística otimizando processos e promovendo resultados instantâneos.

 

Imposto abusivo: o Brasil é o país com um dos impostos mais caros do mundo, esse fator dificulta a redução de custos nos processos logísticos e influenciam diretamente no preço de frete, que chegam cada vez mais altos para as empresas, essas por sua vez, precisam repassar os valores para os consumidores.

 

Desvalorização dos motoristas: falta de estrutura organizacional, alta demanda, longa jornada de trabalho, estradas malconservadas, entre outros problemas, geram cansaço e péssimas condições de trabalho, desmotivando os motoristas e causando escassez no setor.

 

Como driblar os problemas

Os problemas existem e estão aí para que possamos aprender a lidar com eles, é muito mais um desafio para as empresas do que um problema irremediável, o que muda é a forma como as organizações decidem agir para contornar a situação.

Algumas estratégias ajudam amenizar os gargalos causados pela situação emergente da logística de transportes no país, listaremos algumas delas:

 

Investir em automação: pesquise, conheça as opções disponíveis no mercado que se encaixam as necessidades da sua organização. A automação de processos não é perfeita e não funciona como mágica, exige trabalho árduo, com profissionais capacitados para chegar a um resultado aprazível para toda a empresa.

 

Escolha séria do parceiro logístico: ao escolher o parceiro logístico que a empresa vai trabalhar, conheça projetos realizados, principalmente os projetos já executados no mesmo segmento que o da sua organização para evitar empresas ‘’aventureiras’’, que não apresentam soluções eficazes e agem de forma fraudulenta.

 

Planejamento: realizar um planejamento logístico é a base para identificar onde ampliar a infraestrutura da frota e onde reduzir os custos operacionais e assim atingir resultados apropriados para garantir a escalabilidade da empresa.

 

Investimento em ampliação e manutenção das estradas e rodovias: é uma solução que não está nas mãos das empresas e nem dos fornecedores logísticos, mas resolvemos citar aqui, pois faz parte do processo de melhoria para o setor. O governo precisa investir em infraestrutura para ampliar as rodovias e realizar a manutenção das estradas.

 

Esses são alguns pontos que identificamos como necessários para melhorar o sistema logístico no país, são soluções que exigem um investimento muito cuidadoso por parte das organizações, mas ao serem adotadas farão uma grande diferença no fluxo das operações.

 

Conclusão

Diante de tantos problemas fica difícil criar estratégias diferenciadas para driblar os obstáculos e minimizar os gargalos, mas é preciso dar o primeiro passo para mudar essa realidade e não se conformar com os problemas.

Dessa forma, invista em novas alternativas que aumente a produtividade do seu negócio, adote um sistema ERP que integre com as operações logísticas de WMS, transportadoras e/ou correios, entre outros, essas ações garantem agilidade e mais segurança na gestão.

Por fim, mantenha-se atento as tendências e novidades do mercado para a gestão de logística, principalmente as novas tecnologias que são o grande diferencial competitivo das empresas nos dias de hoje.

Autor: Joyce Alcântara. 

e-Book: OS BENEFÍCIOS DO WMS PARA OBTER VANTAGENS COMPETITIVAS

Os processos logísticos e de suprimentos estão cada vez mais complexos devido ao grande volume de operações.
Este e-book tem o propósito de apresentar alguns dos possíveis benefícios do WMS – Warehouse Management System – e assim colaborar para que as organizações possam criar soluções aos desafios de armazenagem, localização e expedição de mercadorias, gerando com isso vantagens competitivas em seu mercado, agilizando a tomada de decisões e melhorando o nível de serviço prestado ao cliente.

Baixar agora!