Tendência de tecnologia até 2019

Tendência de tecnologia até 2019

 

tendencia-tecnologia-post

 

Um estudo desenvolvido pelo Sebrae apresenta cenários e projeções do varejo de moda com base em uma pesquisa relacionada ao comportamento do consumidor, aos nichos de mercado, às tecnologias e à comercialização.

Para o setor tecnológico o estudo considerou duas visões:

  1. O uso e acesso à tecnologia por parte do consumidor
  • Ampliação do acesso à internet no Brasil;
  • Crescimento das compras via celular e o aumento do uso de redes sociais.

 

Aqui o objetivo principal é mostrar para o empreendedor as ferramentas que serão mais atualizadas até o próximo ano, para que ele esteja atento as mudanças e estrategicamente preparado para acompanhar as novas ideias que surgirem no mercado.

 

  1. O uso da tecnologia pelo empreendedor

Nos cenários em que a tecnologia aparece como ‘’desfavorável’’, busca-se demonstrar os impactos negativos que ela traz para os negócios, em decorrência da sua má utilização. Além disso, foram analisados que o aspecto desfavorável da tecnologia pode ocorrer se o empreendedor não tem recursos financeiros para utilizar essa tecnologia ou até mesmo quando ela não está disponível no país por se tratar de algo novo.

 

CENÁRIOS

 

  • E-commerce: Refere-se a qualquer tipo de negócio ou transação comercial que demande transferência de informações via internet, computador, tablet e qualquer outro equipamento eletrônico. Pela pesquisa, as vendas por esse canal representam aproximadamente 4% do total do varejo no Brasil, nos posicionando entre os 10 maiores mercados do comércio eletrônico do planeta, líder na América. Por isso, no próximo ano é interessante que o empreendedor de todas as categorias se preparem para marcar presença digitalmente.

 

  • M-commerce: É o mobile commerce ou comércio via aparelho celular, normalmente por meio de aplicativos especializados. O volume de vendas ainda é baixo se comparado com o e-commerce, mas para o próximo ano o cenário se mostra bastante promissor, seja vendas por meio de aplicativos ou websites.

 

É importante que os empresários busquem uma estrutura adequada para atingir o mercado, além de se adaptar para que a experiência do consumidor seja positiva. Ou seja, o empreendedor deverá se certificar que, ao atuar no m-commerce, seus sites e aplicativos estejam atualizados, tenham segurança e sejam de fácil navegação.

Motivos para investir nesse cenário não faltam, pesquisas apontam que os usuários olham cerca de 150 vezes por dia para o celular, principalmente a turminha mais jovem. O número de celulares ativos é maior que o total da população no país, são aproximadamente 283 milhões de aparelhos em um país com 200 milhões de habitantes.

Grande oportunidade para o empreendedor obter crescimento estratégico mirando nesse tipo de cenário.

 

Redes Sociais: Em uma pesquisa de 2015 intitulada ‘’Futuro Digital em Foco Brasil’’, o país se destaca com uma média 60% maior do que qualquer outra nação em tempo de acesso às redes sociais, gastando em média 650 horas por mês.

Aproveitando essas características cabe ao empresário traçar estratégias de negócios para atingir esse público, criando um relacionamento diferenciado e marcando presença digitalmente, pois cada vez mais a necessidade de estar presente em mais de um canal se tornará constante, ou seja, o Omnichannel é um conceito que chegou para ficar. Por isso, a grande maioria das empresas têm adotado aplicativos e meios de comunicação para alcançar o cliente com promoções e novidades de forma fácil e rápida.

No entanto é importante tomar cuidado para não ser invasivo com as comunicações e acabar errando a mão no conteúdo compartilhado, determine uma estratégia e defina horários (preferencialmente, horário comercial) para as suas ações não prejudicarem o retorno do seu público.

 

RFID: Há diversas tecnologias disponíveis para empresas varejistas de todos os portes. Uma das mais utilizadas e que vem se tornando cada vez mais acessível é o RFID (Radio Frequency Identification – Identificação por Rádio Frequência). Essa ferramenta é utilizada sem nenhuma interação manual e serve principalmente para controlar o fluxo de mercadoria no estoque.

Vantagens da tecnologia RFID: praticidade, agilidade e segurança.

Outras tecnologias: É importante que o empreendedor fique atento para as novas tecnologias que possam ser úteis para o seu negócio, como por exemplo:

  • Controle de vendas e estoque
  • Fluxo de caixas e movimentações financeiras
  • Informações de clientes, entre outros

Há ainda softwares de Business Intelligence (BI) que possibilitam o cadastro de dados e informações par análise. Alguns dados passiveis de análise:

  • Sazonalidade das vendas
  • Tipos de produtos mais vendidos
  • Informações gerais de vendas

 

CONCLUSÃO

Empreendedor, fique de olho nas novas tecnologias que surgem no mercado, elas podem ser acessíveis ao seu negócio, outras podem demorar anos para se tornarem viáveis financeiramente, mas é essencial se manter atualizado quanto as novidades do mercado.

O estudo completo você encontra nesse link: https://goo.gl/EWqsfp ;-)

e-Book: VENCENDO A CRISE ATRAVÉS DE ESTRATÉGIAS DE MULTICANALIDADE E OMNICHANNEL

O atual cenário de crises nos mais diversos setores da economia brasileira impõe que as empresas se concentrem em estratégias que possam ajudá-las a vencer a crise e manter-se em crescimento. Nesse sentido, há uma excelente opção nas estratégias de multicanalidade e omnichannel que podem mudar os rumos do negócio, transformar as empresas e garantir que vençam a crise.
Esse e-book tem o objetivo de guiar empresas, empreendedores e colaboradores na missão de aprofundar seus conhecimentos nos Conceitos da Omniera.

Baixar agora!