fbpx

Wearables: conheça a revolução tecnológica na forma de se vestir

wearables-post

INTRODUÇÃO

Possivelmente você já ouviu falar de pulseiras que realizam pagamentos, óculos que permite interação dos usuários com diversos conteúdos (Google Glass), relógio que acessa e responde e-mails, roupas que medem o humor ou armazenam informações dos usuários, anéis inteligentes que abrem fechaduras automaticamente e armazenam dados, etc. Esses são os famosos Wearables, dispositivos vestíveis com tecnologia que permite usar aparelhos que simplificam o dia a dia dos usuários.

 

USABILIDADE DOS WEARABLES

O comportamento de consumo tem se modificado no decorrer dos anos e a tecnologia tem parte essencial nessa mudança, pois através dos seus avanços a internet das coisas pode permitir que esses dispositivos vestíveis simplifique a vida do usuário ao realizar as tarefas do dia a dia.

Há pouco tempo a Visa disponibilizou a possibilidade do pagamento feito mediante uma pulseira pré-paga que o cliente carrega o valor que quiser e pode usar em qualquer estabelecimento que aceite pagamento através da tecnologia de Wearable.

Bancos como Bradesco, Banco do Brasil e Santander já lançaram suas versões da pulseira, inclusive esse último também disponibilizou adesivos com a mesma função. O Itaú está com projeto piloto para lançamento em breve, essas estratégias mostram que os wearables é o futuro do mercado financeiro e tecnológico.

Além das pulseiras lançadas pelas instituições financeiras outro wearable ganhou a atenção das pessoas: o Gloogle Glass, esse dispositivo lançado pela empresa Google permite a interação dos usuários com diversos conteúdos, permite gravar e enviar áudio, gravar vídeos com comando de voz, realizar pesquisas na internet e ter acesso a centenas de informações tudo por meio de realidade aumentada.

 wearables-post2

Seguindo essa tendência empresas lançaram roupas com tecnologia wearable, são casacos com fones de ouvido embutido, acessórios que servem para destrancar portas ou que viram pendrive, roupas inteligentes que esfriam ou aquecem para manter o conforto do usufruidor, tênis esportivo que através de sensores captam os movimentos do atleta e transmite as informações por meio de um smartphone, etc.

Esses são alguns exemplos dos wearables que estão dominando o mercado e ganhando cada vez mais espaço na vida dos seus usuários, seja sua utilização para lazer ou para as empresas que desejam otimizar os negócios.

 

COMO USAR O WEARABLES A FAVOR DOS NEGÓCIOS

É fato que os wearables já estão inseridos em diversos setores e o mundo corporativo não é exceção. Empresários de vários segmentos em algum momento já fizeram, ou fazem, uso desses dispositivos para facilitar os processos internos da empresa e até mesmo para facilitar a vida do cliente, um exemplo são as empresas da área da saúde que desenvolveram aplicativos para ajudar o paciente monitorar a saúde, permitindo controle da pressão e outras questões de bem-estar.

Essas facilidades impostas pelo uso desses dispositivos vestíveis são um divisor de águas, pois as empresas conseguem fazer uso dos dados informados pelos usuários para conhecer melhor o perfil de cada cliente e, com base nessas informações, planejar ações que fidelize esse cliente e atraia muitos outros.

Entretanto, ainda existe resistência ao uso dos wearables por parte de algumas pessoas devido à preocupação com vazamento de dados, exposição, utilização negativa das informações e geolocalização.

Há vantagens e desvantagens, entretanto a tecnologia wearables vem ganhando cada vez mais adeptos e promete se tornar algo essencial como já aconteceu com outras novidades tecnológicas, por exemplo: smarthphones e tabletes que, atualmente, se tornaram indispensáveis no dia a dia de seus usuários.

Alguns centros de distribuição já adotaram o Google Glass para picking e triagem de mercadorias, pois ajuda o operador a manter as mãos livres para carregar as mercadorias enquanto os óculos fazem a leitura dos produtos e armazena as informações para eventuais consultas.

Esse processo vem ganhando cada vez mais força em empresas que desejam aumentar a produtividade operacional em centros de distribuição, pois diminui os riscos de erros operacionais e facilita a movimentação de entrada e saída das mercadorias.

 

CONCLUSÃO

Com base nessas informações é fato que os dispositivos vestíveis são uma realidade e para empresas que trabalham com sistema de gestão é imprescindível que o ERP tenha integração consistente com esse tipo de tecnologia, lembrando que o ERP legado ou engessado não terá possibilidade de interagir com essas novas tecnologias, por isso atualize o seu software para um ERP pensando para a Omniera.

As tecnologias vestíveis integradas ao ERP apresentam a possibilidade de um novo canal de negócios, pois logo mais centenas de pessoas estarão realizando suas compras e fazendo os pagamentos através de pulseiras, adesivos e relógios. Portanto, é fundamental que as empresas se atualizem e explorem o potencial oferecido por essas tecnologias, são diversas possibilidades para melhorar as operações e garantir aumento da rentabilidade.

 

Autor: Joyce Alcântara.

e-Book: VENCENDO A CRISE ATRAVÉS DE ESTRATÉGIAS DE MULTICANALIDADE E OMNICHANNEL

O atual cenário de crises nos mais diversos setores da economia brasileira impõe que as empresas se concentrem em estratégias que possam ajudá-las a vencer a crise e manter-se em crescimento. Nesse sentido, há uma excelente opção nas estratégias de multicanalidade e omnichannel que podem mudar os rumos do negócio, transformar as empresas e garantir que vençam a crise.
Esse e-book tem o objetivo de guiar empresas, empreendedores e colaboradores na missão de aprofundar seus conhecimentos nos Conceitos da Omniera.

Baixar agora!

Deixar uma resposta

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>