fbpx

Dark Store: saiba como ganhar vantagem competitiva com ela

 

Dark store
Dark store

Algumas opções como clique e retire já vinham ganhando a atenção do varejista e do consumidor.  Mas, o recente cenário causado pela pandemia do coronavírus impulsionou esses modelos de negócios mais do que o esperado.
Imagine só, toda a comoção com o isolamento social, as lojas sendo fechadas, alguns varejistas precisando se adaptar imediatamente ao ambiente online, o “boom” de novos e-commerces e, o consumidor comprando mais do que nunca e necessitando receber suas encomendas o mais rápido possível.

A Dark Store vem justamente como uma das soluções para sanar tal necessidade, pois para os consumidores que não desejam se deslocar até uma loja física por medo de aglomeração, podem encontrar nesse modelo a resposta perfeita para seus anseios.

E se os consumidores estão pedindo, significa mais uma oportunidade para impactar de maneira positiva a experiência de compra dele e trazê-lo para mais perto da sua marca.

Ainda não entendeu como a Dark Store pode impactar os negócios do varejo? Então, continue sua leitura, pois vamos explicar o motivo delas estarem em alta e como contribuem para gerar vantagem competitiva.

O que é Dark Store?

A Dark Store, ou loja escura em português, é um ponto de venda ou centro de distribuição que atende exclusivamente as lojas online. É um ambiente que funciona para facilitar o fluxo da modalidade clique e retire, na qual o cliente escolhe a sua mercadoria online pelo site da loja e pode retirar em uma loja categorizada de Dark Store.

Essa modalidade teve início no Reino Unido e se popularizou pela França, seguida pelo restante de toda a União Europeia até chegar ao Brasil.

A Dark Store tem o objetivo de ser mais econômica, pois reduz consideravelmente o tempo de entrega, proporcionando ao varejista a capacidade de gerenciar o estoque de forma mais assertiva e estratégica.

Ela ainda garante ao varejista a possibilidade de oferecer uma experiência mais cômoda para o consumidor, já que ele tem autonomia para escolher o canal que melhor atende suas necessidades de compra com a opção mais adequada de frete de acordo com sua disponibilidade.

Já falamos muitas vezes que o varejista precisa pensar de forma mais holística se quiser atender as necessidades do novo consumidor e a Dark Store permite essa visão mais ampla. Entretanto, é preciso analisar os custos ao se apoiar nesse tipo de operação de forma imediata, para que os gastos não prejudiquem os lucros da empresa.
E essa não é uma questão apenas no que diz respeito a Dark Store, mas sim em todos os modelos de negócios que vem despontando em meio a pandemia.

Alguns varejistas transformaram temporariamente suas lojas físicas em Dark Store a fim de não sofrerem com as ordens de fechamento e diminuição de fluxo dos clientes. Essa é uma ideia interessante, pois permite que o empreendedor sinta como a modalidade flui positivamente para os negócios, sem precisar comprometer orçamentos com o aluguel de novos espaços, por exemplo.

 

Sistema ERP para integração de canais

Um atendimento de Dark Store só consegue ser bem-sucedido com um investimento assertivo em tecnologia. E no que tange o varejo, um sistema de ERP é a aposta ideal para suportar a integração dos processos desse modelo de negócio, garantir previsões automatizadas, baseadas em dados concretos, e gerar insights capazes de acompanhar e monitorar as tendências.

Essas previsões de demanda, garante o produto certo na hora certa, possibilitando sua entrega na Dark Store, minimizando a chances de ruptura de estoque ou desperdício.

A integração de um ERP otimiza a força de trabalho, permitindo que a equipe tenha mais facilidade para lidar com inventario e a gestão de estoque no geral.

Além disso, quando falamos de integração, não podemos esquecer da oportunidade que o varejista tem de surfar na onda do Omnichannel, já que o sistema integra marketplaces, e-commerces, lojas físicas, franquias, entre outros canais de venda, possibilitando maior adequação dos processos internos e impactando positivamente o relacionamento com o cliente.

 

Conclusão

A Dark Store é mais uma opção que o varejista tem para se manter cada vez mais competitivo no mercado, especialmente considerando o momento atual e, claro o cenário pós pandemia, que com toda certeza vai exigir do varejista maior adaptação ainda em relação aos seus consumidores acelerados digitalmente.

Em contrapartida, o sistema ERP é uma ferramenta que ao integrar com os processos da Dark Store, garante que o varejista consiga atender as demandas e preferências dos consumidores com maior agilidade e de maneira muito mais efetiva.

 

E você, acha que a Dark Store pode ser um diferencial competitivo ou é apenas mais uma opção que não se provará tão efetiva ao final da pandemia? Conta para gente!

Autora: Joyce Alcântara.

 

Baixe aqui

Checklist: Como vender mais no marketplace