fbpx

ERP: 8 características de um bom sistema de gestão empresarial

ERP: 8 características de um bom sistema de gestão empresarial

 

características de um ERP
características de um ERP

O sistema ERP está entre as soluções para gerenciamento empresarial mais abrangentes e importantes disponíveis no mercado. Hoje, para muitas empresas, as portas da digitalização se abrem com a adoção desse software, que tem como objetivo integrar dados, recursos e processos de todas as áreas da empresa.

É justamente por ter essa importância que o gestor precisa pensar muito bem antes de decidir por qualquer software disponível no mercado, sem fazer uma análise das funcionalidades que estão presentes no core da solução.

Se você deseja implementar um ERP na sua empresa, confira esse artigo no qual mencionamos 8 características essenciais que um sistema de gestão precisa ter para suportar os novos negócios da omniera.

Esperamos te ajudar a tomar a melhor decisão!

Boa leitura!

O que é um ERP?

Enterprise Resource Planning ou como é mais conhecido ERP, é um sistema de gestão que  integra todos os processos de uma organização em uma só solução, de forma centralizada, ou seja, é possível que o gestor consiga gerenciar atividades de áreas como: Comercial, Fiscal, Financeiro, Contábil, Relacionamento com o Cliente, Atendimento ao Consumidor, Produção, Logística, entre muitas outras. Isso é possível, pois esse tipo de software é modularizado, isto é, funciona através de vários módulos, no qual cada um deles centraliza as informações de cada área da empresa, otimizando os processos e garantindo maior produtividade e segurança.

Ao adotar um ERP a empresa ganha vantagens significativas para se manter competitiva em um mercado cada vez mais concorrido, que contribui para o surgimentos de novos modelos de negócios todos os dias, por isso, estar bem preparado com ferramentas que são essenciais para o sucesso do negócio é uma forma de aumentar a competitividade e garantir bons resultados.

 

Listamos alguns benefícios que o software oferece para a gestão empresarial, confira abaixo:

 

  • Controla todos os custos da empresa;
  • Evita erros;
  • Agrega maior produtividade;
  • Confere maior segurança;
  • Melhora a experiência do cliente;
  • Oferece escalabilidade;
  • Realiza conciliações bancárias em tempo mínimo;
  • Organiza melhor o fluxo de caixa.

 

8 características de um bom sistema de gestão empresarial

Uma solução completamente preparada para atender as necessidades da sua empresa, vai te oferecer muito mais segurança, além de trazer economias singulares, por isso, no momento de adquirir um ERP você não deve focar apenas nos preços das soluções disponíveis no mercado, mas sim nas ferramentas que constituem todo o sistema e, o quão elas agregarão para alavancar o seu negócio (se quiser saber mais sobre contratação de ERP, leia nosso artigo sobre o assunto, clicando aqui).

Abaixo selecionamos 8 importantes características para você ficar de olho na hora de contratar a solução, confira:

 

  1. Capacidade de integração (API First)

É comum as empresas desenvolverem uma aplicação web primeiro, e apenas mais tarde, criar a API, que será integrada por terceiros. Hoje qualquer ERP precisa ser pensado com uma estratégia de API First, pois garante uma boa funcionalidade independente do dispositivo escolhido. Além disso, faculta a eliminação de processos engessados, facilitando o acesso de outros desenvolvedores, para que o empresário, ao implementar o sistema, tenha em mãos ferramentas que atendam a todas as suas necessidades, ampliando assim o potencial lucrativo da sua empresa.

 

  1. Orquestrador de pedido (OMS)

 

A ferramenta de Order Manager System (OMS), é direcionada para melhoria contínua dos processos das empresas, ou seja, é uma ferramenta capaz de seguir um fluxo de trabalho customizado, que garante um gerenciamento completo das tarefas desde a entrada do pedido até a entrega final. Todas as fases podem ser acompanhadas e medidas, promovendo uma performance 100% elaborada.

 

  1. SAC integrado

 

Um ERP com SAC integrado, garante um atendimento mais fluído independente do cliente ter ou não um cadastro, pedido de venda ou algum faturamento atrelado a ele, pois permite o cadastramento do cliente no momento do atendimento, garantindo que todas as interações com o consumidor sejam registradas, desde dúvidas até reclamações. Dessa forma, todo o gerenciamento de chamados gerados através de e-mails, formulários do site, telefonema, chat online e redes sociais, são otimizados.

 

  1. WMS

 

Gerenciar estoque não é das tarefas mais simples, com uma ferramenta de Warehouse Management System (WMS), o gestor consegue controlar endereçamentos dinâmicos dos produtos nos estoques e garantir uma alta performance nas operações de picking e packing, além de controlar lotes, prazo de validade, Fifo, chassi etc. Essa característica facilita o desenvolvimento das operações de seu estoque com ações ágeis e eficientes aumentando a produtividade operacional de sua empresa.

 

  1. TMS

 

TMS é a sigla para Transportation Management System ou Sistema de Gerenciamento de Transporte, que é uma ferramenta para melhoria da qualidade e produtividade dos serviços de transportadoras, que tem como objetivo identificar e controlar todos os custos relativos a cada viagem do serviço logístico. Muitos ERPs não têm integração com esse módulo, o que dificulta o controle da logística, gerando pouca produtividade e facilitando o surgimento de gargalos.

 

  1. PDV Omnichannel

 

O PDV é ideal para oferecer uma experiência linear para o cliente. O objetivo do sistema é principalmente influenciar os consumidores em suas decisões de compras, além de oferecer maior visibilidade dos produtos disponíveis na loja, proporcionando empoderamento e autonomia para que o lojista consiga atender o cliente com mais eficiência.

 

  1. Fiscal completo e preparado

 

Um módulo fiscal completo é indispensável para que um ERP consiga suportar todos os processos fiscais, pois além de possibilitar a emissão de notas fiscais eletrônicas de produtos e serviços das mais diversas cidades do país, ele ainda precisa ser reconhecido no PAF-ECF de todos os estados brasileiros, para uma boa gestão fiscal e contábil (NF-e, ECF, SPED, contabilização, apuração de impostos, entre outras obrigações).

 

  1. Flexível

Chegamos a nossa última característica indispensável para um bom ERP. Um sistema de gestão flexível, significa que ele trabalha com base nos dados mais sensíveis e não sensíveis da organização, respondendo com potencial de adaptação ilimitado para que todas as informações diárias da empresa sejam aproveitadas para contribuir com o seu crescimento e com a perenidade dos negócios.

 

Conclusão 

Levando em consideração todas as informações deste artigo, podemos avaliar a qualidade de um ERP a partir de suas avançadas funcionalidades. Com as oito características que falamos aqui, a organização consegue um sistema de gestão mais robusto, que contribui fortemente para otimização do tempo de trabalho, redução dos custos e aumento significativo da eficiência operacional.

 

Autora: Joyce Alcântara.