fbpx

gestao-frete-transportadoras-post

O Brasil tem uma das piores infraestruturas logísticas do mundo, fator decisivo para encarecer os serviços de transporte. Ser um varejista aqui pode ser exaustivo ao ter que lidar com diversas forças internas e externas que podem prejudicar o seu negócio. A logística é um dos pontos cruciais ao pensarmos em gastos com um pedido de venda e por isso é tão importante que a gestão de fretes e a gestão de transportadoras sejam vistas como um processo que precisa ser feito com cuidado de ponta a ponta.

Uma operação com altos custos de transporte sem sua devida gestão está fadada ao prejuízo e possivelmente a quebra da empresa. Portanto, nesse artigo iremos destacar

como é feita a gestão de fretes e transportadoras, sua importância e benefícios para o varejista e como sistemas automatizados podem ajudar nesses processos.

Boa leitura!

 

O que é gestão de fretes e de transportadoras

A gestão de frete, apesar de complexa, é um processo fundamental nas operações de varejo pois ela faz a ponte entre controlar os gastos da empresa com logística de forma inteligente e a satisfação do cliente final. É uma estratégia primordial para o varejista que precisa melhorar seus ganhos e a qualidade do seu transporte. Além disso, a gestão de frete tem como objetivo melhorar todas as etapas do processo desde a distribuição até a entrega do produto ao consumidor.

Mas quando falamos de gestão de transportadoras, é preciso entender que ela anda lado a lado com a gestão de fretes, de forma a garantir que o produto escolhido pelo consumidor chegará de forma mais rápida e segura, pois adaptamos o tipo de transporte àquilo que será transportado. A gestão de transportadora possibilita a alteração de rota, aviso de retenção de mercadoria ou de caminhões pela fiscalização e entrega no destino.

 

A importância de gerenciar fretes e transportadoras

Um varejista que vende em todo território nacional precisa garantir a coleta e distribuição dos seus produtos, logo essa cadeia precisa ser gerenciada por completo para garantir o atendimento adequado ao cliente final. A gestão de fretes e de transportadoras tem um papel de extrema importância quando pensamos em redução de custos operacionais e aumento de lucratividade nas vendas.

Apesar de termos a tecnologia em plena disposição, precisamos ressaltar que toda tomada de decisão precisa ser feita pelo gestor. Quando entendemos que a logística pode ser um ponto de lucratividade ou prejuízo, o gestor tem um papel fundamental pois é ele quem vai planejar e analisar todas as informações que poderão ser usadas para garantir uma rentabilidade sustentável para o negócio.

Algumas empresas decidem contratar empresas especializadas para o seu processo logístico imaginando estarem livre das preocupações que isso traz, porém, é preciso manter uma proximidade com seu parceiro logístico afim de garantir que tenha um padrão de qualidade. Essa proximidade garante que ao menor erro que possa prejudicar sua produção ou lucratividade, a identificação ocorra de forma rápida a fim de minimizar o problema.

Logo, independente de como a empresa decidir manter o processo logístico, se dentro de casa ou com uma empresa especializada, a gestão precisa estar alinhada à operação para garantir padrões de qualidade, rentabilidade e satisfação do cliente final.

 

Benefícios da gestão de fretes e transportadoras

Além de manter a organização do processo logístico, garantir rentabilidade e prevenir possíveis problemas, a gestão de fretes e de transportadoras trás outros benefícios.

Uma das partes da gestão é fazer cálculos de fretes, e para isso é preciso levar em consideração diversas variáveis como dimensão da carga, peso, valor, pedágios, entre outros. Quando se faz corretamente esses cálculos, garantimos uma margem de lucro real dos produtos comercializados.

Podemos ainda reduzir custos operacionais fazendo uma gestão inteligente tanto de frete como de transportadoras. Quando temos indicadores de desempenho bem desenhados, podemos monitorar atividades de maior impacto como prazos de entrega ou utilização da capacidade máxima do transporte escolhido. Acompanhando esses KPIs, pode-se tomar decisões que influenciarão diretamente na redução de custos para a empresa.

Por último e não menos importante, a gestão bem-feita traz benefícios que ficam mais visíveis para o cliente final como a maior disponibilidade de produtos e redução no prazo de entrega. Esses dois pontos impactam positivamente na experiência do consumidor com a sua loja, uma vez que quando falamos principalmente de compras online, existe uma ansiedade para ter o produto em mãos o mais rápido possível.

 

Sistemas automatizados (TMS)

Como já falamos antes, a gestão de fretes e de transportadoras exige um acompanhamento de perto de uma pessoa, para tomada de decisões mais assertivas, porém, hoje no mercado existe diversas ferramentas que ajudam a operação a ter mais eficiência e qualidade na entrega.

É possível contratar uma empresa especializada para a sua operação logística com um sistema de gerenciamento de frete, ou TMS (Transportation Management System – Sistema de Gerenciamento de Transporte), que vai controlar todo o processo de entrega do produto ao cliente final.

Outra opção é usar um sistema de gerenciamento empresarial ou ERP mais robusto. Esses sistemas possuem módulos de logística que dão todo o suporte para essas tomadas de decisões, trazendo de forma mais ágil informações da tabela de frete, fazendo comparativos entre transportadoras e Correios, na criação de etiquetas SIGEP de forma online ou offline, rastreio das entregas e a possibilidade de fazer simulações entre os valores de frete. Tudo isso sem precisar contratar dois sistemas paralelamente.

Outra opção caso sua operação seja mais complexa é ter um ERP que te dê todo suporte no que tange gerenciamento de produto, produção, fiscal, contábil, financeiro, logística, CRM, e-commerce, informações executivas e ainda permita que você integre qualquer outro sistema de TMS para que a gestão da sua operação seja completa e eficiente.

 

Conclusão

As empresas estão sempre procurando meios para ser mais eficiente e aumentar a margem de lucro, mas, poucas tem consciência do quão importante a gestão de transportes é para a saúde do negócio, principalmente quando temos tantos percalços na infraestrutura de transporte brasileira.

É um desafio diário manter a operação alinhada aos objetivos e metas e que precisa ter um olhar mais atento para que não crie gargalos financeiros para a empresa. Fazer uma gestão eficiente de fretes e transportadoras é estar ligado diretamente aos indicadores de desempenho, para que a tomada de decisão seja assertiva e que traga resultados positivos a curto e longo prazo.

Utilizar de maneira inteligente as tecnologias disponíveis no mercado pode ser a melhor saída para manter o negócio rodando em plena capacidade, porém, é fundamental manter bons relacionamentos com os parceiros tecnológicos e uma equipe motivada para trazer bons resultados.

 

Baixe aqui

Guia: Logística Reversa - Se beneficie com a logística reversa