fbpx

As vantagens de utilizar Inteligência Artificial no varejo

Inteligência artificial no varejo

A Inteligência Artificial (IA) no varejo chegou com tudo nos mais diversos setores comerciais no Brasil. No entanto, quando o assunto é otimização de processos internos, muitos negócios ainda resistem às mudanças. Só que essa negligência é um tanto perigosa, uma vez que as demandas da sociedade e do mercado estão cada vez mais digitais.

A presença da tecnologia é indispensável para quem deseja ganhar em eficiência, produtividade e vendas, pois beneficia a gestão e o controle das tarefas executadas na loja, favorecendo os lucros graças à diminuição de erros e à melhora dos resultados financeiros.

Conheça mais sobre a Inteligência Artificial no varejo, bem como suas vantagens.

A Inteligência Artificial e como funciona

A IA é um ramo da computação que faz com que dispositivos, máquinas, softwares e aplicações atuem de forma autônoma, sem a intervenção humana. Seu objetivo é garantir que essas ferramentas aprendam, interpretem e procedam por conta própria, como nós fazemos.

A Inteligência Artificial surgiu na década de 1950, quando um cientista chamado Alan Turing criou uma solução capaz de fazer uma máquina se passar por uma pessoa em um diálogo por escrito. Depois, Marvin Minky trouxe a calculadora SNARC, capaz de sumular sinapses, que são as conexões entre neurônios.

Embora isso nos faça lembrar de guerras estelares e robôs, as funcionalidades da IA são práticas e estão presentes na nossa rotina. É graças a essa inovação que serviços de streaming como a Netflix nos recomendam documentários, filmes e séries, e o Waze avalia o trânsito em tempo real, apontando as melhores rotas.

O objetivo desse recurso tecnológico é deixar a resolução de demandas mais prática e intuitiva. Por isso a Inteligência Artificial no varejo funciona bem e cai como uma luva no ramo comercial.

É por meio dela que um estabelecimento reduz despesas com pessoal, otimiza sua gestão e aperfeiçoa os processos internos. Assim, é possível conhecer melhor as operações e gerenciar o negócio de forma estratégica, conquistando uma posição de destaque no mercado.

Vantagens do uso da IA no varejo

Conheça os benefícios que podem ser obtidos com a implementação desse recurso inovador na sua empresa:

  • coleta de dados: obtém informações do público consumidor tanto na loja física quanto em ambientes online (e-commerce), o que permite detectar hábitos e interesses de compra;
  • melhoria nos atendimentos: os contatos online (e-mail, WhatsApp, chat) agilizam o suporte e deixam os atendimentos mais dinâmicos e satisfatórios;
  • automação de tarefas: otimiza atividades como controle de estoque, previsão de vendas, verificação de identidade para concessão de crédito, entre outras;
  • experiência comercial: graças à alimentação do histórico de consumo em tempo real, é possível definir as melhores abordagens;
  • redução de erros e fraudes: diminui erros de lançamento, já que os registros são feitos automaticamente pelo sistema, geralmente por meio do código de barras ou QR Code das mercadorias;
  • reputação valorizada: estabelecimentos inovadores chamam a atenção da clientela.

Formas de usar a Inteligência Artificial no varejo

Agora que vimos o que é a IA e como ela inova o ramo comercial, vamos aos exemplos de como colocá-la em prática.

Bots para atendimento ao cliente

Os chatbots agilizam o suporte em canais que recebem perguntas frequentes. Eles podem ser implementados no chat do site corporativo, em aplicativos de mensagens instantâneas (WhatsApp) ou em perfis nas mídias sociais, diminuindo o tempo gasto em prestar suporte aos clientes. Além disso, deixam a equipe de atendentes livre para tarefas e ocorrências mais estratégicas.

Análise do comportamento do consumidor

O software ERP comercial tem a capacidade de se basear no comportamento da clientela para oferecer jornadas exclusivas. A IA aprende com os hábitos das pessoas e disponibiliza opções compatíveis com seus interesses.

Além disso, o programa fornece informações para aplicar nas estratégias de marketing e vendas. Assim, a análise dos dados gerados traz impressões relevantes sobre os usuários, como seu estilo de vida, relação com os produtos, frequência de compras, entre outras.

Otimização do processo comercial

Outra maneira de usar a Inteligência Artificial no varejo é por meio de programas que otimizam o processo de compra e venda. Esse recurso analisa os registros sobre a comercialização de mercadorias e faz previsões para os meses seguintes.

Ele faz um levantamento que vai além do histórico comercial por meio do Big Data. Além disso, o sistema pode ser configurado para avaliar variáveis externas como o índice de confiança dos clientes, a taxa de inadimplência de crédito, o período mais favorável para a venda de itens sazonais etc.

Controle de estoque

A tecnologia é ideal para beneficiar o controle de estoque do seu estabelecimento. Uma aplicação de armazém integrada ao ERP pode ser acessada a qualquer momento, gerando e cruzando informações significativas de consumo de cada loja, no caso de ter diversas franquias ou sedes. Isso aprimora a gestão do estoque e favorece a reposição das peças.

Conclusão

Como visto, existem várias formas de aplicar a Inteligência Artificial no varejo para agregar valor ao cliente e facilitar a rotina do negócio. Outras que merecem ser mencionadas são: autoatendimento, códigos QR, ferramentas RFID e aplicativos de venda e delivery. Todos esses recursos melhoram a organização interna e diminuem custos.

E engana-se quem pensa que investimentos em dispositivos e soluções de IA são somente para grandes players do mercado. Na realidade, todas as funcionalidades mencionadas podem ser aplicadas por empreendimentos de diversos portes e segmentos. Portanto, não há necessidade de permanecer com processos desatualizados.

Por exemplo, o fato de você aplicar a IA para agilizar a jornada de compra é uma maneira de melhorar a experiência do cliente, visto que as pessoas não gostam de perder tempo. No mercado atual, a instantaneidade é a chave para gerar fidelizações e garantir indicações.

Gostou do artigo? Que tal enriquecer ainda mais seus conhecimentos sobre o tema? Entenda sobre a chegada do reconhecimento facial no varejo e o impacto real para os negócios.

Baixe aqui

Infográfico: O empoderamento do consumidor e como as tecnologias podem ajudar

Deixar uma resposta

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>