fbpx

O que é a Gestão da Informação de Produto (PIM) e por que implementá-la na sua empresa?

PIM gestão da informação do produto
PIM – Gestão da Informação do Produto

Com um cenário cada vez mais omnichannel, o nível de complexidade das operações varejistas aumentou muito. E isso, devido aos mais diversos canais de venda sendo acessados simultaneamente, como por exemplo, lojas físicas, e-commerces, m-commerces, marketplaces, franquias e lojas itinerantes, todos eles trabalhando de forma integrada para atender as crescentes expectativas dos consumidores.

Agora, imagine a quantidade de dados gerados por dia nesses canais de venda sem uma gestão apropriada e assertiva.

Imaginou?

A falta de gestão de informação, pode acarretar uma série de desvantagens para os negócios.

A expressa maioria das empresas, desenvolvem estratégias e geram insights para fortalecer a tomada de decisão por meio dessas informações. Por isso, promover uma gestão assertiva, contribui fortemente para processos eficazes e resultados positivos.

Mas como realizar a gestão da informação? Afinal, são milhares de dados para trabalhar e, com a chegada de novos clientes, produtos e parceiros, esses dados aumentam ainda mais.

Nesse artigo, falaremos com mais profundidade sobre a implementação da gestão de informação na sua empresa. Explicaremos o que é a gestão de informação de produto, qual a  importância, os benefícios e a relação dela com o sistema ERP.

Ficou curioso e quer saber mais? Vem com a gente!

 

O que é Gestão de Informação de Produto?

 Product Information Management (PIM) ou Gestão de Informação de Produto, abrange uma série de processos e tecnologias para coletar, gerenciar e enriquecer as informações sobre mercadorias, permitindo criar catálogo de produtos e distribuí-lo para seus canais de vendas e e-commerce.  Isso significa que você poderá, além de controlar e distribuir os dados para todos os canais de venda, viabilizar para o consumidor uma visão mais unificada das informações. 

Essa solução é importante, pois dá ao varejista, a possibilidade de consolidar as informações de fornecedores, personalizar canais e distribuir os dados em cada plataforma de forma automática, reduzindo custos e agregando valor as informações dos produtos oferecidos ao consumidor.

Além disso, prazos como o de time-to-marketing são alcançados, visto que a distribuição dessas informações é feita de forma intuitiva, possibilitando criar novas oportunidades e potencializar o resultado dos negócios, aperfeiçoando os processos internos, identificando e corrigindo gargalos e aumentando a segurança.  

 

Vantagens da gestão de informação para os negócios

O PIM não apenas garantirá que as informações do produto sejam corretas e consistentes, mas também fornecerá a você e aos seus clientes vantagens, como:

 

Permite otimizar tempo e produtividade, pois elimina a necessidade de processos manuais, como os intermináveis e cansativos cadastros.

 

  • Maior vantagem competitiva

O amplo conhecimento das informações possibilitará acesso a indicadores, identificando rapidamente as necessidades dos clientes, agilizando estratégias e criando comunicações eficazes, fator preponderante para que a sua empresa esteja à frente da concorrência.

  • Minimizar os desperdícios

A gestão da informação e a atualização constante dela, te permite agir estrategicamente, usando os dados a favor dos negócios para minimizar desperdícios. Um bom exemplo disso é: deixar de comprar determinado item, porque a demanda caiu consideravelmente nos últimos meses.

  • Corrigir e evitar o surgimento de gargalos

É possível melhorar a qualidade e a consistência dos dados do produto em todos os canais, corrigindo e evitando de forma inteligente o surgimento de gargalos, que possam impactar o andamento dos processos.

 

  • Identificar tendências

Além de gerar insumos incríveis para o seu negócio, a gestão da informação também possibilita identificar novas oportunidades, como as tendências mercadológicas e os novos nichos de mercado.       

 

PIM ou ERP?

Ambos os sistemas têm suas particularidades exclusivas. A diferença entre PIM e ERP é que o sistema PIM é puramente focado no gerenciamento de informações do produto, enquanto o sistema ERP é mais abrangente, gerenciando todos os processos da empresa, independentemente da área.

Em muitos casos, é possível adotar soluções que integrem as funcionalidades dos dois sistemas. A integração do PIM fornece às organizações B2C e B2B, distribuidores e fabricantes um meio de reduzir a entrada repetitiva de dados e garantir a consistência do catálogo de produtos, contribuindo para uma melhor distribuição e utilização desses dados.

Dessa forma, os módulos de integrações com plataformas, marktplaces, SAC, PDV e televendas são automaticamente beneficiados pela unificação da informação. Nesse caso, o e-millennium é a solução que, através de cadastros configuráveis, vitrines e workflows, consegue alcançar o melhor resultado, oferecendo um banco de dados centralizado e com visibilidade completa do catálogo de produtos.

 

Conclusão

Um sistema PIM é adequado para ajudar varejistas, distribuidores e fabricantes a melhorarem de forma rápida e eficaz a gestão da informação dos produtos em todos os canais de vendas.

A integração de soluções como PIM e ERP aumentam o desempenho dos processos, obtendo o máximo dos dados, minimizando tarefas manuais e permitindo que os colaboradores foquem em demandas mais importantes, contribuindo para o aumento da produtividade e, consequentemente, gerando mais valor para o negócio.

 Autora: Joyce Alcântara.

Baixe aqui

14 passos dos varejistas de sucesso para acertar no planejamento financeiro