fbpx

Open To Buy Planning: conheça a importância e as vantagens para a rentabilidade do negócio

Open to Buy Planning
Open to Buy Planning

A corrida pela consolidação no mercado do varejo fica cada dia mais acirrada.  A era da experiência exige que cada vez mais o varejista abrace as constantes mudanças e se adapte a elas. Mas, para alinhar seu produto a oferta de grandes experiências, não basta apenas focar nas relações externas (relacionamento com o cliente/personalização do atendimento), embora elas sejas fatores essenciais para atingir ou superar as expectativas do consumidor, que está a cada dia mais informado e imediatista. Pois, se ao final do dia, o seu cliente não conseguir finalizar a compra dele, todo seu esforço será colocado em xeque.

Um bom planejamento de compras evita, por exemplo, que o cliente se decepcione ao não conseguir adquirir o item que tanto deseja e ainda garante que a empresa não tenha sérios problemas financeiros por falta de gestão.

Pensando nisso, falaremos a seguir sobre a importância do Open To Buy Planning, uma ferramenta fundamental para garantir níveis de estoque adequados, orçamentos mais consistentes e o aumento significativo da rentabilidade do negócio.

Boa leitura! ;)

O que é Open to Buy Planning?

O que chamamos de Open to Buy Planning pode ser definido como um conceito que engloba um plano estratégico de compras a fim de garantir que você tenha a quantidade de mercadorias certas em relação a sua demanda, certificando que seu estoque não sofra rupturas ou excessos que prejudiquem o seu planejamento de vendas.

O termo Open to buy Planning é bastante buscado no Google e pode ser sabiamente definido de forma simples, como: uma ferramenta de orçamento para mercadorias do varejo.

 

O que faz o Open to buy planning na prática?

No mercado é possível encontrar sistema de ERP dotado de ferramentas como o OTB (Open to Buy Planning), que auxilia as empresa a gerenciar o orçamento do departamento de compras e acompanhar a evolução desses orçamentos, analisando cada fornecedor, bem como a forma como esses orçamentos são utilizados, para garantir a melhor otimização dos níveis de estoque de maneira assertiva, ou seja, em conformidade com o que a organização colocou antecipadamente no seu plano de vendas. Porém, se as vendas forem maiores ou menores do que as planejadas, o OTB consegue recalcular a necessidade e gerenciar os níveis de estoques planejados, aumentando as chances de a organização obter maiores lucros.

 

Uma ferramenta como o a OTB consegue analisar os volumes de vendas, as ordens de compras, os recebimentos das mercadorias, além de atualizar os orçamentos, possibilitando que o setor de compras esteja mais bem suportado em suas tomadas de decisões.

Além disso, oferece ao gestor uma visão macro e de alto nível com aplicações que permitem descer diversos níveis e mergulhar nas informações mais relevantes do planejamento de compras de forma que seja possível, inclusive, conhecer detalhes do planejamento nos níveis do SKU – produto, estampa, cor e tamanho, por exemplo.

Ainda, é uma ferramenta indispensável para empresas que comercializam produtos sazonais, como por exemplo, empresas de moda que trabalham com coleções (verão e inverno, por exemplo), o OTB considera a sazonalidade das mercadorias como um dos fatores principais para a reposição e assim garante a compra do produto certo na hora certa, para que a organização receba as mercadorias de cada coleção e mantenha a cobertura de estoque necessária para manter seu planejamento.

 

Vantagens

  • Aumento da satisfação do cliente

Quando você se prepara e mantem os níveis de estoque adequado, todas as compras acontecem de forma mais assertiva. O open to buy planning facilita a compra de mercadorias sazonais, garantindo um sortimento mais eficaz. Dessa forma, você tem uma visibilidade maior do seu inventário, não corre o risco de ficar na mão e muito menos de deixar o seu cliente insatisfeito pela falta de determinado item.

 

  • Mantém os níveis de estoque adequados

Ter poucos produtos no estoque ou ter itens sobrando, são situações que impactam completamente o seu fluxo de caixa. A primeira, porque interfere diretamente na forma como o consumidor enxerga a sua gestão e, consequentemente te prejudica ao tentar consolidar sua marca no mercado. Já a segunda, porque item parado em estoque é perda de venda, que reflete negativamente nos lucros da empresa.

 

  • Melhora o desempenho financeiro

Da redução de remarcações em mercadorias ao aumento das vendas, dos estoques excessivos ao estoque equilibrado. O OTB é uma ferramenta que promete, nas mãos do pequeno, médio e grande varejista, melhorar completamente o desempenho financeiro, pois possibilita um plano mais assertivo de compras, adequando automaticamente os níveis de estoque e garantindo orçamentos mais realistas.

 

  • Melhora a flexibilidade do estoque

Um dos principais benefícios de apostar em uma ferramenta de open to buy planning é a melhora no processo de compras que ela proporciona, garantindo maior assertividade na gestão de estoque. Ao comprar bem, você garante a diminuição na necessidade de liquidações, mantém um sortimento eficaz para o seu plano de vendas e ainda consegue melhorar o seu giro de estoque de forma automática.

 

Conclusão

Em um cenário cada vez mais dinâmico, o open to buy planning é mais uma ferramenta para obter vantagem competitiva, pois permite visibilidade e adaptação completa do planejamento de compras, garantindo o produto certo na hora certa.

Agora que você conheceu a ferramenta e entendeu como ela pode beneficiar o seu empreendimento a médio e longo prazo, que tal falar com nosso time comercial para compreender na prática como podemos te ajudar no sucesso do seu negócio?

 Autora: Joyce Alcântara.

 

Baixe aqui

Gestão de Estoque: 14 dicas para aumentar o seu giro de estoque