fbpx

Por que as Fintechs estão revolucionando o mercado financeiro?

Por que as Fintechs estão revolucionando o mercado financeiro?

 

Fintech: serviços financeiros online
Fintech: serviços financeiros online

Sabe aquele desejo de ter um cartão de crédito e não precisar pagar anuidade? Ou até mesmo querer resolver um problema simples com sua conta sem precisar ir até sua agência bancária? Isso não é mais um sonho distante desde que os bancos tradicionais lançaram seus aplicativos, mas estão surgindo no mercado instituições concorrentes com benefícios muito melhores, falando financeiramente, que os bancos tradicionais, essas instituições são chamadas de fintechs.

Se você já tem uma conta bancária digital, fechou algum contrato de empréstimo 100% online ou possui um cartão de crédito livre de anuidade, provavelmente você é cliente de uma fintech.

Mas o que de fato é uma fintech? Nesse artigo falaremos sobre o conceito de fintechs, onde elas atuam, os tipos de serviços que elas oferecem, as principais diferenças entre elas e os bancos tradicionais, se realmente é seguro investir e, por fim, a conclusão.

Se você tem ouvido falar sobre fintechs e tem curiosidade sobre o assunto ou se apenas tem algumas dúvidas, continue a leitura, esperamos que o conteúdo desse artigo seja de grande ajuda para você.

 

O que é Fintech?

O termo Fintech surgiu da união da palavra financial (financeiro) com technology (tecnologia). As fintechs, embora muito comentadas, surgiram recentemente no brasil, tratam-se de startups que ofertam algum tipo de serviço financeiro por meio de plataformas digitais.

Essas empresas trabalham com o objetivo de otimizar processos, que são burocratizados pelos bancos tradicionais e, além disso, oferecer serviços inovadores ou até mesmo serviços já ofertados pelas instituições financeiras brasileiras, porém com valor bem menos elevado.

Essas startups, denominadas como fintechs possuem custos operacionais muito menores se comparadas com as instituições financeiras tradicionais, pois gastam pouco com estrutura física (não possuem diversas agências espalhadas pelo país, por exemplo) e conseguem utilizar tecnologias que elevam a eficiência dos processos e barateiam os serviços ofertados por elas.

 

Que serviços oferecem?

Você já precisou resolver algum problema financeiro e teve que passar por processos morosos e burocráticos? As fintechs tem o intuito de oferecer alguns desses serviços sem torná-los dolorosos ou complicados demais e apesar de ainda não trabalharem com todas as ofertas de um banco tradicional, as fintechs já oferecem os principais serviços.

 

Confira:

 

  • Empréstimos

Quando pensamos em empréstimos, logo vem na nossa cabeça todas aquelas burocracias dos bancos tradicionais. As fintechs oferecem esse tipo de serviço 100% online, sem necessidade de se direcionar até uma agencia para solicitar aprovação.

O que era uma das maiores preocupações ao solicitar empréstimo (o valor dos juros) é justamente o mais atrativo nas fintechs, pois as taxas são bem menores com relação aos outros bancos. Além disso, a análise de crédito é realizada a partir de soluções tecnológicas, avaliando as redes sociais do solicitante, por exemplo.

 

  • Pagamentos

Essas empresas se converteram em uma das principais influências para este tipo de mercado, ao criarem novas soluções de pagamentos para os clientes que buscam opções específicas para suas necessidades.

A Stone, por exemplo, fornece uma maquininha de cartão de crédito com tecnologia e conexão melhorada para que seus clientes não percam nenhuma venda. Nessa categoria entra também a fintech mais conhecida de todos, a Nubank, que surgiu como uma empresa fornecedora de cartão de crédito sem taxas ou anuidade e aos poucos vem aumentando sua oferta de produtos e serviços.

 

Esqueça toda aquela burocracia de apresentar cópias de documentos pessoais para abrir uma conta bancária, esqueça tarifas mensais, esqueça as taxas absurdamente caras e esqueça as filas, nada disso faz parte da vida de um correntista digital.

 

  • Cartão de crédito

Ter um cartão de crédito livre de anuidade não é mais um sonho, a primeira fintech a proporcionar esse benefício foi a Nubank, suas taxas mais baixas que as de outros bancos atraem cada dia mais e mais pessoas interessadas em ter um “roxinho”. Além disso, como todas as movimentações são realizadas 100% online através do aplicativo, o cliente tem muito mais comodidade e facilidade para alterar limite, parcelar fatura ou efetuar pagamentos.

 

  • Seguros

Com as fintechs ainda é possível contratar seguros sem nenhum tipo de intermediação. O processo acontece completamente online e o cliente pode contratar desde seguro de vida até o de automóvel.

 

  • Investimentos

Um dos maiores desafios das fintechs é utilizar a tecnologia para oferecer aplicações que combinem com cada cliente a fim de desmistificar que investimento bom e seguro é apenas a poupança. Dessa forma, essas empresas usam robôs para identificar e montar as melhores aplicações de investimentos para seus clientes de acordo com cada perfil e, além de acompanhar esses investimentos, as fintechs ainda possuem conteúdo de fácil entendimento que ensinam sobre educação financeira, tema totalmente relevante para quem deseja investir.

 

  • Controle financeiro pessoal

Para os interessados em controlar as finanças existem fintechs próprias para esta finalidade que reúnem serviços diversos para simplificar suas contas, que vão desde controle total de despesas até o melhor jeito de gastar seus créditos.

Exemplos práticos desse tipo de fintech são: Conta azul e Guia Bolso.

 

Diferenças entre fintechs e bancos tradicionais

As comparações entre os bancos tradicionais e as fintechs são inevitáveis e apesar dessa última oferecer os mesmos serviços que as instituições bancarias, sua principal diferença está no fato dela ser uma startup tecnológica, ou seja, ao passo que alguns bancos estão adaptando seus processos para o digital, as fintechs saem na frente, pois já nascem com processos mais ágeis e menos burocráticos graças as suas tecnologias inovadoras.

Além disso, quando falamos de Omnichannel, os bancos tradicionais estão mudando a visão agora, enquanto que o objetivo das fintechs é suprir a demanda sempre com foco nas necessidades do cliente, colocando ele no centro de suas estratégias.

Dessa forma, a principal diferença entre essas empresas é que as fintechs oferecem de forma natural recursos que os bancos tradicionais ainda estão se adaptando para poder ofertar, como por exemplo: acesso a todos os serviços da conta corrente via aplicativo, contratação de seguros, crédito, empréstimos sem precisar sair de casa, com mais comodidade e menos burocracia.

 

É segura?

Um dos motivos que mais preocupam os interessados em contratar os serviços de uma fintechs é a segurança, de fato por se tratar de um cenário novo e totalmente online é normal a desconfiança, mas se pararmos um pouco para pensar, existe mais segurança em movimentar seu dinheiro através de um aplicativo do que fazendo uma retirada na agencia, onde você corre o risco de ser vítima da famosa “saidinha de banco’’.

Outra questão importante com relação a segurança das aplicações das fintechs é que se você já está habituado com a internet banking, que é um ambiente totalmente seguro e online, não terá problemas em se adaptar com essas novas startups, pois muitas delas usam a tecnologia inovadora e disruptiva da blockchain, que garante muito mais segurança para as transações realizadas.

 

Mas afinal de contas quem são essas fintechs?

Hoje no Brasil, já temos em torno de mais de 300 fintechs em operação, com foco nos mais diversos segmentos, como por exemplo: pagamentos, gerenciamento financeiro, empréstimos e negociações de dívidas, investimento, seguros, bitcoin/blockchain, etc.

Selecionamos as fintechs mais inovadoras e reconhecidas no mercado financeiro, algumas delas provavelmente você já ouviu falar e talvez já faça uso de alguns serviços. Então, vamos conferir!

 

  • Nubank
  • Geru
  • GuiaBolso
  • ContaAzul
  • Stone
  • Bank Fácil
  • Biva
  • Kitado
  • FoxBit
  • Creditas
  • Contabilizei
  • Warren
  • Ripple

 

Conclusão

Hoje as fintechs estão assumindo funções, que até pouco tempo, eram desempenhadas exclusivamente pelos bancos tradicionais, havendo uma limitação de 5 bancos, são eles: Banco do Brasil, Santander, Caixa Econômica Federal, Itaú e Bradesco.

Apesar de ser um cenário totalmente novo, as fintechs prometem cair no gosto popular devido a comodidade que gera, uma vez que seus serviços são 100% online, além de garantir mais segurança, flexibilidade e mais economia.

 

Autor: Joyce Alcântara.

e-Book: Lições-Chave para aumentar a rentabilidade do seu negócio

Estamos vivendo um momento bastante delicado da economia brasileira e mesmo diante de inúmeros desafios o mercado tende a continuar crescendo. Um dos motivos para o constante crescimento é o fato de que Lojistas estão continuamente aprendendo e inovando.

Nesse contexto, observar atentamente a rentabilidade da operação pode se tornar um grande diferencial competitivo, no entanto, é preciso admitir que para manter o negócio rentável são necessárias ações contundentes, ações que poderão mexer com uma série de questões que pouca gente está disposta a lidar, mas que são fundamentalmente necessárias.

Baixar agora!