fbpx

Você sabe o que é giro de estoque e como otimizar a rotatividade dos produtos?

 

giro de estoque
giro de estoque

Falar de gestão de estoque é tocar em um assunto bastante sensível, já que esse ainda é um dos maiores desafios dos varejistas. Isso porque, erros como a falta de coerência na quantidade de produtos causam a temida ruptura de estoque, comprometendo assim a saúde financeira da sua empresa.

Numa rápida análise do seu negócio, você consegue nos responder qual o produto mais vendido ou item que menos tem saída? Sabe em quanto tempo seu estoque precisa ser reabastecido? Se a sua resposta para essas perguntas for não, saiba que você não está sozinho nessa. É muito comum, que gestores e varejistas não saibam as melhores estratégias para montar o seu estoque. Muitos acabam montando por achismo ou intuição e, claro, o resultado acaba não sendo dos melhores.

Pensando nisso, aqui vamos falar um pouco sobre a importância do giro de estoque para a saúde financeira da sua empresa e o que você precisa fazer para otimizar a gestão e gerar cadência na rotatividade dos produtos dentro do seu no estoque.

 

Vem com a gente! ;)

 

O que é giro de estoque e por que ele é importante para manter a saúde financeira do negócio?

O giro de estoque em logística é a média de entrada e saída de uma mercadoria ou podemos descrever também como a frequência em que o inventário é reabastecido. Esse indicador serve para apontar o desempenho da gestão de estoque da empresa, além disso, por meio dele também é possível identificar a qualidade de um produto comercializado e até mesmo se o preço praticado por ele é justo.

Com a gestão do giro de estoque bem feita é possível comprar de forma mais assertiva, programar abastecimento de acordo com a demanda de pedidos, minimizar perdas de itens parados e maximizar oportunidades de venda, saldão e outras ações. É por todos esses motivos que ter um giro de estoque adequado ao seu negócio é importante para garantir a saúde financeira da empresa.

 

Como calcular?

De forma prática, o cálculo consiste em dividir o total de vendas pelo número de estoque médio, como por exemplo:

Giro de estoque = Total de vendas / estoque médio

Vamos imaginar que sua loja teve um total de R$ 2.000,00 em vendas de meias e que o estoque médio é 5, se dividirmos esses valores teremos um giro de 40 que equivale ao número de giros que seu estoque teve no ano.

É importante ressaltar que cada empresa tem suas particularidades, portanto, deve-se observar cada uma delas para identificar os ciclos, que normalmente é anual.

Assim, sempre que a taxa de giro for maior que 1, indica que o estoque teve uma boa rotação dentro do período mapeado, mas se for inferior a 1 significa que tem itens parados no estoque, resultando em perda de lucratividade.

 

Como aumentar o giro de estoque?

 

  • Verifique seu estoque atual

Uma boa gestão de estoque começa pela análise e identificação de cada item do seu armazém. Assim, é possível entender de uma maneira mais ampla qual a rotatividade dos produtos, garantindo mais assertividade na hora de realizar as compras.

 

  • Organize o estoque principal

Uma dica muito eficaz é manter os itens de pouca rotatividade separado dos demais produtos, para evitar problemas na conservação deles e, consequentemente, reclamações e insatisfação por parte do cliente. Otimize a organização das mercadorias em espaços adequados e bem endereçados, assim você consegue trabalhar com mais visibilidade e maior disciplina.

 

  • Hora de queimar os produtos parados

Depois que a organização do estoque foi realizada, é o momento de lançar uma estratégia para “queimar” os itens excedentes. É com ações promocionais, como a queima de estoque, que você vai fazer seu estoque girar, evitando que o produto se torne obsoleto.

 

  • Integre os setores responsáveis

Os setores de compras e vendas estão diretamente conectados ao desempenho do seu estoque, por isso, é essencial que a comunicação entre eles esteja alinhada. Sendo assim, uma boa dica é investir em um sistema ERP que possua módulos para controle de armazéns, integrando de forma automática essas áreas para que a empresa ganhe em produtividade e consiga diminuir os custos.

 

  • Forme preços competitivos

A formação correta de preço é fundamental para o aumento do seu giro de estoque, isso porque se o preço que você aplicou no seu produto não for adequado com o mercado você pode acabar perdendo cliente para a concorrência e consequentemente não conseguir escoar de maneira inteligente seus produtos.

 

  • Faça cálculos

Existem algumas fórmulas interessantes que podem te ajudar a atender se seu estoque está com um giro saudável para os negócios ou não. Uma delas mostramos no começo desse artigo, que é o valor total vendido dividido pela média de estoque. Quanto maior o resultado, melhor está sendo o desempenho das vendas.

 

  • Aumente o tráfego da sua loja

Juntamente com a equipe de marketing, desenvolva ações de vendas atrativas para gerar mais visitas, seja na sua loja física ou no e-commerce, pois aumentando o fluxo de pessoas você consegue garantir mais regularidade para o seu giro de estoque.

 

  • Diminua o trânsito

Converse com seus fornecedores e entrem em um acordo para que ele possa otimizar a remessa de pedidos, assim é possível diminuir o estoque de segurança tendo em vista que nesse período você precisará de uma cobertura menor.

 

  • Diminua estoque de segurança

O estoque de segurança protege a empresa de imprevistos, mas manter altos níveis de mercadoria também é arriscado, por isso, compreenda alguns pontos importantes na sua estratégia antes de zerar por completo o seu estoque de segurança.

 

  • Atenção para a cobertura de estoque

Esse é um importante indicador de tempo que está completamente relacionado ao seu giro de estoque, isso porque ele equilibra o estoque, mantendo apenas o que for necessário. Para calcular a cobertura você precisa entender qual a média (quantidade de vendas diárias por período dividida pelas quantidades de dia) de estoque e a partir daí dividir o número pelo estoque atual.

 

  • Cuidado com os produtos de margem muito baixa

Produtos baratos podem vender mais rápido e aumentar o giro de estoque, mas antes de usar esse tipo de estratégia perceba se essa ação impactará de maneira agressiva os resultados financeiros da empresa.

 

  • Descubra os produtos com maior margem

Ao conseguir reconhecer ao menos os 15 produtos que possuem maior margem dentro do estoque, você pode definir uma estratégia e trabalhar para aumentar o seu giro com base no aumento das vendas desses itens.

 

O frete grátis é com certeza um atrativo para o cliente, mas também é uma estratégia que precisa ser analisada com muito cuidado, pois ela só será válida para o aumentar o giro de estoque se não impactar a lucratividade do negócio.

 

Conclusão

Se você chegou até aqui, então aprendeu a importância que o giro de estoque tem para manter a lucratividade dos negócios, evitando perdas e gastos desnecessários, além de aprender a calcular de forma simples esse indicador.

Esperamos que seguindo nossas dicas você consiga aumentar rapidamente o seu giro de estoque, mantendo o equilíbrio e oferecendo uma ampla variedade de sortimento no seu e-commerce ou na sua loja física.

Autora: Joyce Alcântara.

 

Baixe aqui

Checklist: Planejamento para a Black Friday